Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.unisantos.br/handle/tede/6521
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Repercussões do câncer de pele no homem do Sertão Paraibano
metadata.dc.creator: Araújo, Maria do Socorro Bezerra Queiroz de
metadata.dc.contributor.advisor1: Inoue, Silvia Regina Viodres
metadata.dc.contributor.referee1: Inoue, Silvia Regina Viodres
metadata.dc.contributor.referee2: Barbieri, Carolina Luiza Alves
metadata.dc.contributor.referee3: Stamato, Maria Izabel Calil
metadata.dc.description.resumo: Introdução: O câncer de pele é a forma mais comum de câncer em humanos e divide-se em duas categorias principais: melanoma e não melanoma. Os homens são os mais acometidos por câncer de pele em decorrência de exposição aos fatores causais da doença, como também por haver, culturalmente, um déficit de autocuidado em relação à saúde por esta população. Objetivo: Este estudo objetivou compreender as repercussões do câncer de pele para homens diagnosticados no Sertão Paraibano. Além disso, objetiva, ainda, analisar o conhecimento sobre o câncer de pele, bem como identificar as repercussões emocionais na vida familiar, social e ocupacional associadas ao diagnóstico e tratamento e conhecer as práticas de autocuidado vivenciadas no cotidiano do homem sertanejo. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma pesquisa qualitativa descritiva e exploratória, com produção de dados no segundo semestre de 2019 com homens de uma Associação de Apoio a Diagnosticados com Câncer do interior do estado da Paraíba. Como instrumento de coleta de dados foi utilizada uma entrevista semiestruturada e sua análise por meio da análise de conteúdo sistematizada de Bardin. Resultados: Após a análise das entrevistas de 08 homens com idades entre 51 e 75 anos, foram elencadas quatro categorias: Na categoria 1) Repercussões do diagnóstico e Mudança de vida, os sentimentos de tristeza e medo foram os mais presentes, como também vergonha pelas deformidades corporais e as limitações que a própria enfermidade impõe ao participante, como a privação da exposição ao sol e o abandono de atividades laborais; 2) Espiritualidade, na qual foi percebido que, entre os participantes, o fator da religiosidade se tornou uma estratégia de enfrentamento da doença; 3) Relacionamentos, em que o fortalecimento das relações familiares e sociais também permitiram o desenvolvimento de estratégias de enfrentamento do câncer de pele, e; 4) Práticas de cuidado e tratamentos complementares, em que observou-se o não uso de terapias complementares nos homens desta pesquisa e poucas práticas de autocuidado, pois orientações como o uso de protetor solar, na maioria dos casos, foram negligenciadas.
Abstract: Introduction: The skin cancer is the most commom form of cancer in human beings and it is divided in two mainly categories: melanoma and non-melanoma. The men are the most affected by skin cancer due the exposure to the casual factors of the disease, but also because there is, culturally, a deficit of self care on the health of this population . Objective: This research intend to understand the impacts of skin cancer in men diagnosed in the semiarid region of the northeastern Brazilian state of Paraíba. Besides that, it intended to know the comprehension that men have about melanoma and the non-melanoma skin cancer. As well as to know the changes occurred after diagnosis in the family, social and occupational context. Methodology: The current study is a descreptive-qualitative and exploratory research, with data produced during the second semester of 2019 with men of an Assossiation for the Suport for Cancer Diagnosed Ones, in the state interior of Paraiba. As data collect instrument it was used a semistructured interview and it´s analysis through of the systematic analysis of content of Bardin. Results: After the analysis of the interviews of eight men with ages between 51 (fifty-one) and 75 (seventy-five) years old, four categories were listed: On category (1) Repercussions of Diagnosis and Change of Life, the feelings of sadness and fear were the most present, as also shame, caused by body deformaties and the restrictions that illness itself impose to the human being. As the privation of sun exposure and abandonment of laboral activities; (2) Espiritually, in wich it was perceived that, between all attendees, religion became a confronting strategy against the disease; (3) Relationships, in wich was seen that strenghtening of family and social boundaries also allowed the development of strategies to confront skin cancer. (4) The care practices and complementary therapies by men of this research and few practices of self care, because guidelines, as the sunscreen use have been neglected.
Keywords: homem; câncer de pele; cuidado; impacto psicossocial
man; skin cancer; caring; psychosocial impact
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Santos
metadata.dc.publisher.initials: Católica de Santos
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Saúde
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde Coletiva
Citation: ARAÚJO, Maria do Socorro Bezerra Queiroz de; INOUE, Silvia Regina Viodres. Repercussões do câncer de pele no homem do Sertão Paraibano. 2020. 90 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Católica de Santos, Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Saúde Coletiva, 2020
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://tede.unisantos.br/handle/tede/6521
Issue Date: 25-Aug-2020
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria do Socorro Bezerra Queiroz de Araujo.pdfDissertação_Mestrado em Saúde Coletiva747,71 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.