Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.unisantos.br/handle/tede/573
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação do desenvolvimento dentário em crianças residentes em diferentes áreas na região do Estuário de Santos e São Vicente
metadata.dc.creator: Oliveira, Vera Lucia Ferreira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Pereira, Luiz Alberto Amador
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Frazão, Paulo
metadata.dc.contributor.referee1: Braga, Alfésio Luis Ferreira
metadata.dc.description.resumo: Grandes complexos industriais são fontes potenciais de geração de poluição e danos ao meio ambiente. Contaminantes ambientais como metais pesados, pesticidas organoclorados, bifenilas policloradas (PCBs), dioxinas e furanos constituem sérios riscos à saúde humana. A cidade de Cubatão, no estado de São Paulo, desde 1950 foi se consolidando como polo industrial e uma grande quantidade desses contaminantes têm sido identificados no solo, ar, água e sedimento tornando de extrema relevância os esforços investigativos para produzir informações científicas sobre o grau de exposição da população da região do estuário de Santos e São Vicente a estas substâncias. Objetivo Avaliar o desenvolvimento dentário em crianças entre 7 a 12 anos residentes nas áreas do estuário de Santos e São Vicente. Método Através de um estudo transversal e observacional, foram feitos exames clínicos bucais para constatação de cárie dentária e defeitos de desenvolvimento de esmalte (DDE), adotando índices preconizados pela Organização Mundial de Saúde. O exame para cárie dentária foi realizado com auxílio de um espelho bucal plano e uma sonda do tipo ball-point nos dentes previamente escovados e umedecidos sob orientação. Testes utilizados: do Qui-quadrado, de Comparação das Médias e de Proporções. Resultados Baseados no teste de proporção, em relação ao sexo, observa-se que a diferença não é significativa sendo que 49,6% foram crianças do sexo masculino e 50,4% do sexo feminino, sendo a área de maior diferencial a de Cubatão-Centro. Nas condições dentárias, não há diferença significativa nos dentes decíduos sadios (87% decíduos e 96,89% permanentes), porém em relação aos dentes permanentes a doença cárie em São Vicente (2,25%) é maior em proporção do que Bertioga (0,51%), Cubatão-Centro (0,19%) e Cubatão-Pilões/Água Fria (0,76%). Nos dentes perdidos por cárie ocorreu diferença significativa em São Vicente (1,88% para os decíduos e 0,69 para os permanentes) em relação à Bertioga (0%) área controle, Cubatão-Centro (0,50%) e Cubatão-Pilões/Água Fria (0%). Nas demais condições analisadas: dentes restaurados com cárie, dentes restaurados sem cárie, apoio de ponte/coroa/faceta, não surgiram diferenças. Na indicação de tratamento, as crianças de Cubatão, na área de Pilões/Água Fria (97,62%) e Centro (97,51%) foram as que tiveram menor necessidade. Na avaliação dos DDE, de 2206 dentes permanentes, 80,24% não apresentaram defeitos. Em Bertioga, 82,39% das crianças possuem dentes normais, percentual maior que os das crianças da área de São Vicente (76,75%) e de Cubatão-Centro (74,76%), porém menor que de Cubatão-Pilões/Água Fria (87,16%). Analisaram-se todos os tipos de defeitos, obtendo-se resultados diferenciados conforme a área estudada. As informações produzidas constituem subsídios importantes para a avaliação da exposição da população dessa região aos contaminantes ambientais. Conclusão Há diferença estatística comparando-se as médias em relação ao ataque de cárie apenas entre Cubatão-Centro e São Vicente. Não existem diferenças estatísticas comparando-se as médias em relação ao DDE. A maior média de DDE é de 2,67 para a área de São Vicente. A presença de água fluoretada e uso de pastas dentais com flúor, por menor que seja a prevenção realizada nas escolas, talvez seja uma maneira de explicar os dentes sadios sem ataque de cárie e DDE.
Keywords: defeitos de esmalte
contaminação ambiental
cárie
metais pesados
efeitos nocivos.
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Católica de Santos
metadata.dc.publisher.initials: Católica de Santos
metadata.dc.publisher.department: Saúde Coletiva
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde Coletiva
Citation: OLIVEIRA, Vera Lucia Ferreira de. Avaliação do desenvolvimento dentário em crianças residentes em diferentes áreas na região do Estuário de Santos e São Vicente. 2010. 74 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Católica de Santos, Santos, 2010.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://tede.unisantos.br/handle/tede/573
Issue Date: 22-Jun-2010
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File SizeFormat 
VERA LUCIA FERREIRA DE OLIVEIRA.pdf4,57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.