Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.unisantos.br/handle/tede/538
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Análise ambiental do perfil parasitário encontrado no solo arenoso das praias do município de Santos, SP
metadata.dc.creator: Rocha, Silvana
metadata.dc.contributor.advisor1: Caseiro, Marcos Montani
metadata.dc.description.resumo: A contaminação ambiental por geohelmintos representa um problema de saúde pública mundial, tendo sido bem documentada por diversos autores, porém poucos trabalhos descrevem a presença desta contaminação em solos salinos de praias litorâneas, bem como inexiste uma padronização ou sequer preocupação com a contaminação da areias das praias litorâneas. No período de maio de 2004 a abril de 2005, foi realizado um estudo ambiental da areia das praias do município de Santos, visando-se o conhecimento do perfil parasitário, grau de contaminação, e sua correlação com as condições sazonais de transmissão e características do meio ambiente. As praias da Orla Santista foram divididas em quadrantes de 20m x 100m, partindo do calçadão até a alta da maré, onde foram plotados com um GPS, cinco pontos de coleta. Desses pontos foram coletados duas alíquotas de 100g, numa profundidade com cerca de 10 cm. Nas áreas de lazer os pontos foram coletados aleatoriamente. As amostras foram analisadas pelas técnicas de Rugai e cols, modificado por Picanço, e de sedimentação espontânea (Lutz, Hoffman, Pons e Janer), complementada pela flutuação em solução densa de sulfato de zinco (Faust e cols.). As 2.520 amostras analisadas, coletadas no período de abril 2004 a maio 2005, indicaram uma positividade de 18,2% (458), sendo que 5,9% (148) estavam localizadas nas áreas de lazer infantil (parquinhos). O perfil parasitário encontrado demonstrou a presença de 82,5% de larvas de Ancilostomídeos, 59,4% de ovos de Toxocara sp., 37,1% de ovos de Ancilostomídeos, 13,5% de oocistos de coccídeos, 10,0% de cistos de protozoários, e 10,0% de ovos de Ascaris lumbricoides. As condições ambientais mostraram-se favoráveis a evolução parasitária e a sua transmissão, tendo-se observado intensa contaminação por dejetos animais e em alguns pontos, por dejetos humanos. Torna relevante a normatização de índices próprios para a avaliação ambiental do solo arenoso das praias litorâneas ou balneárias, com a definição de cronogramas específicos para as avaliações sanitárias, associados a programas de educação ambiental, proporcionando maior conscientização dos freqüentadores.
Keywords: cntaminação ambiental
saúde pública
parasitas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: BR
Publisher: Universidade Católica de Santos
metadata.dc.publisher.initials: Católica de Santos
metadata.dc.publisher.department: Saúde Coletiva
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde Coletiva
Citation: ROCHA, Silvana. Análise ambiental do perfil parasitário encontrado no solo arenoso das praias do município de Santos, SP. 2007. 185 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Universidade Católica de Santos, Santos, 2007.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://tede.unisantos.br/handle/tede/538
Issue Date: 5-May-2007
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File SizeFormat 
Silvana Rocha.pdf4,16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.