Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.unisantos.br/handle/tede/5221
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Prevalência de microcefalia relacionada ao zica vírus entre os récem nascidos com anomalia congênita no Estado da Paraíba (2015-2016)
metadata.dc.creator: Araújo, Kelly Bento de
metadata.dc.contributor.advisor1: Martins, Lourdes Conceição
metadata.dc.contributor.referee1: Martins, Lourdes Conceição
metadata.dc.contributor.referee2: Barbieri, Carolina Luisa
metadata.dc.contributor.referee3: Uemura, Michele Leiko
metadata.dc.description.resumo: A Paraíba está dentre os estados que teve surto de microcefalia entre 2015 e 2016, tendo sua maior ocorrência no Sertão e Agreste Paraibanos. O estudo objetivou avaliar a prevalência de microcefalia relacionada ao Zika vírus entre os recém-nascidos com anomalia congênita no Estado da Paraíba em 2015 e 2016. Este é um estudo transversal de abordagem quantitativa, com a utilização de dados secundários de nascidos vivos obtidos junto ao banco de dados da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, registradas nos anos de 2015 e 2016. Observou-se um número de casos significativo de anomalias congênitas, dentre estas, a microcefalia, onde fatores como a prematuridade, escolaridade materna, Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e fatores ambientais influenciaram nos achados. Observou-se uma alta prevalência de microcefalia no estado da Paraíba; e que o baixo IDHM está relacionado à ocorrência da anomalia nos municípios onde foram confirmados os casos. É importante aqui ressaltar a necessidade de uma atenção maior no monitoramento e acompanhamento das crianças com microcefalia e suas famílias, com a implantação e implementação mais efetivas na prevenção dos criadouros do mosquito, bem como na promoção à saúde, a partir de campanhas educativas junto à população, e nos serviços de saúde.
Abstract: Paraíba is one of the states that had an outbreak of microcephaly between 2015 and 2016, its highest occurrence in the Sertão and Agreste Paraibanos. The objective of this study was to evaluate the prevalence of Zeca virus-related microcephaly among newborns with congenital anomaly in the state of Paraíba in 2015 and 2016. This is a cross-sectional quantitative study using secondary data from live births a database of the State Department of Health of Paraíba, registered in the years 2015 and 2016. There were a significant number of congenital anomalies, among them microcephaly, where factors such as prematurity, maternal schooling, Development Index Municipal Humans (IDHM) and environmental factors influenced the findings. It was observed a high prevalence of microcephaly in the state of Paraíba; and that the low HDI is related to the occurrence of the anomaly in the municipalities where the cases were confirmed. It is important to emphasize the need for greater attention in the monitoring and follow-up of children with microcephaly and their families, with a more effective implementation and implementation in the prevention of mosquito breeding sites, as well as in health promotion, population, and in health services.
Keywords: prevalência; nascidos Vivos; microcefalia
orevalence; born alive microcephaly
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Santos
metadata.dc.publisher.initials: Católica de Santos
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Saúde
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Saúde Coletiva
Citation: ARAÚJO, Kelly Bento de. Prevalência de microcefalia relacionada ao zica vírus entre os récem nascidos com anomalia congênita no Estado da Paraíba (2015-2016). 2018. 80 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Católica de Santos, Programa de Pós-Graduação stricto sensu em Saúde Coletiva, 2018.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://tede.unisantos.br/handle/tede/5221
Issue Date: 11-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Kelly Bento de Araújo.pdfDissertação_Mestrado em Saúde Coletiva1,63 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.