Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.unisantos.br/handle/tede/3661
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Da compensação ambiental na lei nº 9985/2000 que trata do sistema nacional de unidades de conservação.
metadata.dc.creator: Macedo, Laíse Helena Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Saleme, Edson Ricardo
metadata.dc.contributor.referee1: Saleme, Edson Ricardo
metadata.dc.contributor.referee2: Rei, Fernando Cardozo Fernandes
metadata.dc.contributor.referee3: Arruda, Antonio Carlos M. de
metadata.dc.description.resumo: Aqui se apresentam os problemas mais frequentes relacionados à compensação ambiental estabelecidos no artigo 36 da Lei 9.985/2000, que criou o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC). O tema, de grande relevância no meio jurídico nacional, busca identificar os principais problemas no uso da compensação ambiental para financiar o Sistema de Unidades de Conservação. Na prática, buscam-se meios para obtenção de recursos provenientes de empresários que queiram desenvolver atividades impactantes ao ambiente para manutenção e criação de novas áreas a serem preservas no território brasileiro. O instituto surge com a Resolução Conama 10/87, que exigia apenas dos empreendimentos que atingissem florestas ou outros ecossistemas, ampliou-se pela Resolução Conama 2/96, que permitiu a utilização dos recursos em outras unidades de conservação públicas, não somente na Estação Ecológica. Os principais problemas do instituto da compensação ambiental serão aqui evidenciados na prática e aqui se questionarão diversas dúvidas que pairam sobre o instituto e sua aplicabilidade. Neste sentido serão verificados se o instituto segue a estrita orientação legal e quais os fundamentos, objetivos e natureza jurídica da compensação ambiental nos termos do art. 36 do SNUC. O trabalho se socorrerá da doutrina e jurisprudência e os posicionamentos do STF e do TCU no deslinde de questionamentos relacionados ao instituto. O método aqui empregado será o hipotético-dedutivo e a metodologia será predominantemente a bibliográfica.
Abstract: This paper intends to discuss the most frequent problems related to environmental compensation established in article 36 of Law 9.985 / 2000, which created the National System of Conservation Units (SNUC). The issue of great relevance in the national juridical environment system seeks to identify the main problems in the use of environmental compensation to finance the System of Conservation Units. In practice, means are sought to obtain resources from entrepreneurs who want to develop activities that impact the environment to maintain and create new areas to be preserved in Brazil. The Institute came up with Conama Resolution 10/87, which required only those projects that reached forests or other ecosystems, expanded by Resolution Conama 2/96, which allowed the use of resources in other public conservation units, not only in the Station Ecological. The main problems of the environmental compensation institute will be here observed in practice and many doubts shall be presented regarding the institute and its applicability. In this sense, it is investigated if the institute follows the strict legal orientation and what the grounds, objectives and legal nature of the environmental compensation under the terms of art. 36 of the SNUC. The work will benefit from the doctrine and jurisprudence and the positions of the STF and the TCU in the delimitation of questions related to the institute. The method used here will be hypothetic and deductive and the methodology will be predominantly bibliographical.
Keywords: compensação ambiental; natureza jurídica; unidade de conservação
environmental compensation; legal nature; conservation units
metadata.dc.subject.cnpq: CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::DIREITO
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Católica de Santos
metadata.dc.publisher.initials: Católica de Santos
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Direito
metadata.dc.publisher.program: Mestrado em Direito
Citation: MACEDO, Laíse Helena Silva. Da compensação ambiental na lei nº 9985/2000 que trata do sistema nacional de unidades de conservação. 2017. 128 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Católica de Santos, Programa de Mestrado em Direito, com ênfase na área de concentração em Direito Ambiental e Sustentabilidade
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: https://tede.unisantos.br/handle/tede/3661
Issue Date: 26-Apr-2017
Appears in Collections:Mestrado em Direito

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Laise Helena Silva Macedo.pdfDissertação_Mestrado em Direito864,83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.